domingo, 4 de novembro de 2007

Eurico, o presbítero



Rei Arthur, Ivanhoé, Robin Hood, Príncipe Valente e outros grandes heróis medievais? Sou mais o Eurico!


Livros e Amigos III



Eurico, o presbítero, é um romance histórico situado no período remoto e misterioso em que os árabes invadiram a Península Ibérica.

No início da trama, o cenário é de predomínio de monarquias bárbaras, especialmente visigodos, então instalados nos territórios que hoje correspondem a Portugal e Espanha. Então, em meio a conflitos internos, com direito a intrigas e traições, vem a invasão moura. A maioria das comunidades locais sucumbe, mas alguns bravos resistem e dão início à Reconquista, sob a liderança de Pelágio.

Entre estes fatos históricos, o autor português
Alexandre Herculano insere Eurico, um guerreiro que deixara as batalhas, dedicando-se à vida religiosa, em razão do amor não correspondido de uma princesa visigoda, Hermengarda. Com a invasão, Eurico retorna à luta, na forma de um temido cavaleiro negro.

Esta é uma leitura que, de vez em quando, pede o auxílio de um dicionário - normal, uma vez que se trata de uma obra de 1844 - mas é riquíssima em conteúdo. Li essa versão digital mesmo, da Porto Editora.

Devo essa dica ao amigo Júlio que recomendou a leitura há anos, numa conversa entre as velhas estantes da Faculdade de Direito.

Assim como os velhos filmes, que tesouros guardam os livros antigos!

Link:

3 comentários:

Mestre Splinter disse...

Cara, valeu por essa! Admiro já há tempos o trabalho do Alexandre Herculano, e me admiro mesmo é de um escritor tão significativo não ser mais divulgado e reconhecido... a lingüagem pode ser um pouco difícil de assimilar em alguns momentos, afinal trata-se de português antigo, mas é na verdade simples, bela e extremamante poética... hehehe, nada tão árduo qüanto ler Dom Quijote em español da época...!

Na verdade, eu nunca consegui ler este ''Eurico'' na íntegra, eu o retirava na biblioteca mas por uma razão ou por outra acabava devolvendo antes de concluir a leitura...mas possuo uma edição do autor que se chama Histórias Heróicas, uma copilação de contos e outros escritos que usam também a ambientação medieval...Conheces este?

Muito, muito bom post! De surpreender, na verdade! Parabéns pelo extremo bom gosto!

Después de ver este livro aqui, descobri que há outras obras do autor disponíveis na rede, confere no link da Wikipédia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_Herculano

...na boa, se a gente procurar, a gente acha mais! Pobrêma é um dia apenas com 24 horas, hehehe...

thintosecco disse...

Obrigado, meu velho! Fiquei muito curioso sobre este Histórias Heróicas. Tem escritores incríveis por aí, muito pouco lembrados. Aqui no Brasil, por exemplo, pouco se fala de uma figura fantástica como o Malba Tahan, que além de um grande matemático, foi também muito bom escritor, daqueles que dá mesmo gosto de ler. É isso. Abração!

Mestre Splinter disse...

Malba Tahan! Morou no Brasil durante um tempo, não foi? Ainda não consegui ler O Homem Que Calculava, mas tenho o Lendas do Deserto!

Loco, tu por acaso descobriste o esconderijo secreto dos meus livros??? Hehehe...Muito legal, valeu!

Related Posts with Thumbnails